Em homenagem a Pierre de Fermat

Publicado em 28/10/2014 às 09h36

Matemático talentoso, viveu na França no século XVII. Não publicou nada em vida, portanto só se desconfia o que ele descobriu. Mas, provavelmente ele lançou as bases da geometria cartesiana (que a rigor deveria se chamar geometria fermatiana), fuçou bastante no que viria a ser o cálculo diferencial e integral, além de lidar com sua paixão: a teoria dos números.

Juiz militante, ele evitava fazer amizades na cidade de Toulouse, onde morava. Achava que mais dia menos dia, poderia vir a ter que julgar algum concidadão, pelo que evitava intimidades. Agradeçamos aos deuses da matemática por isso. Todo o seu tempo livro era dedicado à rainha das ciências. Por isso ele hoje é reconhecido como o príncipe da matemática.

Enviar comentário

voltar para Balcão do Pierre

fwB|fwR|fwR|||image-wrap|login news b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|fwR c05|login news c05 normalcase|c05|c05|content-inner||